ACERVO I CEMAP - Centro de Documentação do Movimento Operário Mario Pedrosa
O Centro de Documentação do Movimento Operário Mário Pedrosa foi criado em 1981, por um grupo de professores, jornalistas e antigos sindicalistas, visando a preservação de registros documentais da história do movimento operário brasileiro e das organizações de esquerda do Brasil e do exterior, sem discriminar quaisquer das tendências, correntes ou partidos.

Sua constituição origina-se de coleções particulares de diversos militantes históricos da esquerda brasileira, como Fúlvio Abramo, Mário Pedrosa, Plínio Melo, Raul Karacik e Lívio Xavier e também de agrupamentos políticos de diversas tendências da esquerda nacional e que tiveram algum dos fundadores do Cemap ligados à sua trajetória, como a Liga Comunista Internacionalista e o Partido Socialista Brasileiro, além de diversos sindicatos e organizações de classe, como o Sindicato dos Gráficos e Jornalistas de São Paulo, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, o Sindicato dos Bancários de São Paulo, o Comitê Brasileiro de Solidariedade aos Povos da América Latina, entre outros.

O acervo do CEMAP consta de:

Biblioteca - aproximadamente 6.000 livros.

Hemeroteca - aproximadamente 3.000 títulos de periódicos, abrangendo o mais amplo espectro da esquerda brasileira e internacional.

Documentação Textual - Contando aproximadamente 800 caixas, o acervo textual é composto de coleções de militantes trotskistas como: Fúlvio e Cláudio Abramo, Plínio Gomes de Mello, Victor de Azevedo, Miguel Macedo, Fábio Munhoz, Luis Favre, Clara Ant, Luiz Azevedo etc. Sendo as mais completas e significativas:

- A correspondência e os artigos de Mário Pedrosa principalmente no período de 1923-1931, que demonstra a tensão própria deste momento político, pouco conhecido, tendo entre seus interlocutores Murilo Mendes, Lígia Clark, Francisco Matarazzo Sobrinho, Benjamin Péret, Oscar Neimeyer, Antonio Candido, Pietro Maria Bardi, Tomie Otake, Ferreira Gullar e outros.

- A correspondência e os artigos de Lívio Xavier relacionados a política e a arte.

- A Livraria Palavra, editora responsável pela divulgação do grupo trotskista OSI - Organização Socialista Internacionalista.

Documentação Sonora - fitas cassete com depoimentos de antigos militantes das várias organizações.

Documentação Iconográfica - fotografias, cartazes, adesivos, "botons", etc., sobretudo do movimento operário brasileiro, de várias datas.

CEDEM - CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E MEMÓRIA DA UNESP
Praça da Sé 108 - São Paulo - SP - Brasil - CEP 01001-900 - Tel / Fax 11.3105.9903